Passar para o Conteúdo Principal

‘Queima de Judas’ – ‘A Queima Marciana’ 2019: Prepara-se para um espetáculo de outro mundo!

Queima de judas 1 980 2500
12 Abril 2019

Tradicionalmente, na noite de Sábado de Aleluia, Vila Nova de Cerveira surpreende com o maior espetáculo de teatro comunitário do Vale do Minho – a “Queima de Judas”. Sempre inovador e surpreendente, este ano exalta-se a ‘Queima Marciana’, propondo uma viagem a outro planeta e a um futuro próximo para refletir sobre os acontecimentos no planeta Terra e a falha dos Homens em preservar o seu habitat. Dia 20 de abril, às 23h30, no centro histórico.

“Estamos em Marte, no Novo Éden. Portanto, façamos melhor desta vez. Não façamos de superiores. Não sujeitemos tudo e todos aos horrores dos nossos desejos. Não façamos de Deuses. Não usemos Deus à nossa imagem e proveito”.

Com 13 anos de realização, a ‘Queima de Judas’ de Vila Nova de Cerveira prima, anualmente, pela diferença, criatividade e inovação. Numa organização da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, com produção das Comédias do Minho, participação do Grupo de Teatro Amador – Outra Cena e apoio dos Bombeiros Voluntários do concelho, a ação desta edição 2019 passa-se na segunda metade do séc. XXI, depois da fuga do Homem para Marte.

Segundo a sinopse: “Os colonos ou marcianos - denominação que a humanidade adotou na tentativa de ultrapassar o seu sombrio passado terrestre - aproveitam a antiga tradição de celebrar a ressurreição do Homem na Páscoa e passam a festejar o renascimento do Homem em Marte, reencenando com novos significados os últimos momentos da vida de Cristo e do seu traidor, Judas. Cada quadro da via sacra representa agora uma traição que o Homem fez a si mesmo e ao seu antigo planeta. É a apropriação da antiga mitologia para a criação de uma nova esperança. O desejo de que o Homem não esqueça os erros do passado e com eles possa construir uma nova Humanidade”.

A ‘Queima de Judas’ é uma tradição que integra as festividades primaveris de renovação de ciclo, de transição do velho para o novo, da morte para o renascimento. Recorrendo à encenação teatral, condena-se Judas, o traidor, que, após a leitura do testamento da autoria de José Gonçalves, é queimado em ‘praça pública’, com centenas de pessoas a brandir ‘Judinhas’, e a festejar a ressurreição de Jesus Cristo.

O espetáculo incita o envolvimento da população em geral, desde a preparação ao culminar. Ao longo da semana que antecede a Páscoa são dinamizados ateliers de ‘Judinhas’, nos quais se desafiam crianças e adultos a construir estes mini-bonecos que, posteriormente, são distribuídos na noite da queima. Não obstante, a própria encenação conta também com a presença de membros do grupo de teatro amador cerveirense - Outra Cena, assim como alguns estreantes/curiosos pela área.

A ‘Queima de Judas’ 2019 – ‘Queima Marciana’ está agendada para a noite de 20 de abril, às 23h30, no centro histórico de Cerveira. No caso da ocorrência de condições climatéricas adversas, o evento passará para o Quartel dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Cerveira.